7 motivos pelos quais os bebês choram à noite


Especialmente quando são muito pequenininhos e ainda não nos acostumamos às maneiras que nossos filhos usam para se expressar, desvendar o choro é um verdadeiro jogo de tentativa e erro. De madrugada então, não estamos com o melhor do nosso cérebro à disposição – hahahahaha – aliás, bem longe disso no primeiro mês… meu marido bateu em um carro ESTACIONADO do vizinho na garagem do prédio durante a primeira semana da Catarina em casa!

Reunimos então 7 motivos dos mais comuns que levam o bebê ao berreiro. 

Não se preocupe, com o tempo tudo vai ficando mais fácil. Juro!

1. Aconchego: Definitivamente, não é só por fome que um bebê mama – e isso não vale só para recém-nascidos. O peito “conserta” eventuais incômodos que ele possa estar sentindo: cólica, dentes subindo, dentes nascendo, coceira, solidão, saudade…

2. Fome: O estômago do bebê é muito pequeno, especialmente no primeiro mês. Além disso, o leite materno tem digestão muito rápida e fácil. Aproveite seu pico de prolactina na madrugada e continue investindo na livre demanda. Se morar com o papai, combine com ele de trazer o bebê e levá-lo de volta, além de fazê-lo arrotar de forma que vocês dois fiquem menos tempo acordados. 

3. Fralda: muito molhada ou suja – é um dos principais muros que te separam de umas horinhas a mais de sono. No começo, não tem muito jeito: o imaturo intestino do bebê faz com que mamada e cocô sejam quase concomitantes. Com o tempo, isso vai se acertando e os cocôs noturnos ficam raros (eu não vejo nenhum por aqui há uns 14 ou 15 meses, pelo menos!). Para segurar muitas horas de xixi e deixar seu bebê mais confortável, invista em fralda boa. Não é hora de economizar, se puder. Bumbum molhado e gelado vai s
er incômodo o suficiente para acordar todo mundo. E com muita razão, né? Não é dinheiro gasto, é INVESTIMENTO! hahahahaha

4. Roupa demais: Nós temos uma espécie de chavinha biológica que nos faz querer proteger a cria do frio – Não é à toa que a sua mãe te manda pegar a blusa até hoje.
Mas isso é péssimo para a noite do bebê. Primeiro porque aumenta consideravelmente o risco de morte súbita. Segundo porque…você já tentou dormir morrendo de calor? É simplesmente IMPOSSÍVEL. Controle seus instintos! rs

5. Barulho: Buzinas, construção, aspirador de pó, máquina de lavar, TV alta… tudo isso atrapalha o sono do seu bebê, especialmente o sono noturno. Barulho é altamente estressante. Cuide para que o quartinho da cria seja sempre um ambiente silencioso. Em caso de choro por barulho, leve-o para um lugar calmo se acalmar.

6. Efeito vulcânico: Quanto menos o bebê dorme, mais cansado ele fica e mais difícil é de colocá-lo dormir. Ele pode ficar muito irritado e a tarefa de adormentá-lo pode ser tão cansativa quanto correr uma maratona. Nesses casos, use e abuse do ofurô (chá de camomila quentinho é um sucesso!) e do sling. 

7. Incômodos gastro-intestinais: Gases, intestino preso, saliva muito ácida por causa dos dentinhos, arrotinho que não saiu inteiro….tudo muito incômodo para o bebê. Não dê chás antes dos 6 meses. Compressas, banhos quentes, bolsas de água quente ou alguma medida específica podem ser discutidas com o pediatra.

Alguma dúvida? Comente!

Cadastre-se na nossa newsletter ali ao lado para ser informada por e-mail quando tiver post novo!

Beijos,

Ise.

POSTAGENS RELACIONADAS

quarto de bebê
Como montar o quarto de bebê
October 24, 2017
bianca4
Virei mãe, tudo mudou. E agora?
October 20, 2017
Amamentação
Mitos da amamentação
April 03, 2017
ensaiofamilia8
Porque quero ter mais filhos
August 11, 2016
amamentacao
Curso Avançado em Amamentação
July 19, 2016
desfralde
Diário do Desfralde
June 09, 2016
girl-797837_960_720
O verdadeiro tempo de cada criança
January 24, 2016
tudo certo
Vivendo sem vesícula
January 11, 2016
mulheraprisionada2
Pelo direito de ser gente
December 17, 2015

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com "*"