Como fica a amamentação quando a mãe volta a trabalhar?


A OMS recomenda 6 meses de amamentação exclusiva e a licença maternidade obrigatória no Brasil é de 4 meses. Não precisa ser um gênio da matemática para perceber que essa conta não fecha. E aí? Como fica a amamentação quando a mãe volta a trabalhar? É preciso entrar com fórmula MESMO? E o papel da mamadeira nessa situação? Existem outras formas de ofertar o leite materno ao bebê se a mãe está longe? Como é que faz tudo isso acontecer?

Essas são, de longe, as perguntas que eu mais recebo no blog. Amamentar não é nada fácil e acho que posso dizer com a mais absoluta certeza que, passando a fase inicial do aleitamento – que é a mais difícil e a peneira que acaba por delinear quem vai conseguir amamentar ou não – voltar a trabalhar e manter a amamentação é o que causa mais dúvidas e dificuldades.

Olha, estou aqui para falar que não é fácil. Mas não é mesmo. Cansa muito, dá vontade de desistir e quando você percebe, a bomba está mandando na sua vida! rs Mas vale a pena. Vale MUITO a pena! E é possível.

Eu tenho um grupo de amigas que acabou se unindo em virtude da amamentação (já falei delas AQUI) e nos ajudamos muito, com questões técnicas e apoio psicológico. Mas a Catarina era a mais velha das crianças e eu fui a primeirona a voltar a trabalhar e manter a amamentação exclusiva. Ou seja: tive de estudar MUITO por conta, testar muito, errar e aprender na raça. Jogar leite fora porque congelei porções muito grandes, descobrir com a minha mãe (que cuidou da Cata por 1 ano e meio quando voltei a trabalhar) como faríamos para ofertar o leite para ela, acordar muitas vezes na madrugada para ordenhar e pegar o pico de prolactina porque eu não tinha mais estoque de leite.  Não era muito fácil achar fontes confiáveis sobre o assunto, com real embasamento científico, mas com muita insistência a coisa deu certo e eu consegui manter a Cata em amamentação exclusiva apesar de ter voltado a trabalhar quando ela tinha 5 meses. Com 6 meses comecei uma introdução alimentar beeeem lenta, com uma fruta ao dia só. Isso significa que eu ordenhei e estoquei leite até ela ter 1 ano.

Tenho tentando ajudar todas as mães que me escrevem pedindo orientação sobre como manter a amamentação quando a mãe volta a trabalhar e não só – como conseguir amamentar e passar algumas horas longe do bebê quando necessário. Vamos combinar: não é porque amamentamos exclusivo que não temos o direito de dormir um dia até mais tarde apesar do bebê acordar religiosamente às 5 da manhã, de sair para namorar, almoçar com as amigas ou até beber (sim, é possível!). Mãe também é gente!!!! E foi com muita alegria que a Isa Crivellaroconsultora internacional certificada em amamentação e doutora em fono pela USP, me contou que havia lançado em e-book sobre isso.

Pausa aqui para falar sobre o trabalho da Isa: eu sou fã, tipo muito fã mesmo. Ela é uma das maiores especialistas em amamentação do país e já me ajudou muito pessoalmente, assim como atendeu várias amigas e leitoras minhas que encaminhei para ela. Quem me segue há mais tempo sabe do meu amor pelo curso avançado de amamentação criado por ela, que eu considero um verdadeiro manual da maternidade. Toda grávida precisa ler, toda mãe precisa continuar estudando pois ele aborda TUDO.

Enfim, o e-book ESTÁ EM PROMOÇÃO custando R$19,90 nas próximas horas e, assim como o curso de amamentação, vale obviamente o investimento. Toda vez que a gente gasta dinheiro com amamentação aqui em casa, falamos que é um investimento. Quanto custa cada lata de leite? E cada remédio? E cada falta no trabalho para ficar com criança doente em casa?

Recomendo demais. É aquele tipo de informação que faz toda a diferença na nossa maternagem e ter o apoio da Isa é realmente um divisor de águas na experiências de amamentar. Fora que ela também é mãe e eu sempre apoio o empreendedorismo materno!

PARA SABER MAIS SOBRE O E-BOOK CLIQUE AQUI

Estando com uma bebê de 2 meses em casa, mamando exclusivamente no peito e em livre demanda, e com a minha mais velha de 3 anos e meio, vocês imaginam como eu estou enrolada e a minha dificuldade em escrever aqui. Não consigo mais prometer uma periodicidade relativa e posto nos horários mais insanos. Para não perder nenhum post apesar da minha bagunça pessoal, basta assinar o blog naquele quadradinho NEWSLETTER no canto direito! Confirme seu e-mail e passe a receber todos os posts na sua caixa de entrada. Sem propaganda, só os posts mesmo.

Boa sorte para quem está amamentando e para quem ainda vai amamentar. A volta ao trabalho sempre pesa menos se a gente sabe que a cria continua recebendo o melhor dos cuidados. Como diz a minha obstetra, “amamentar é o melhor presente que você pode dar para sua filha!”.


Mais sobre amamentação:

Curso Avançado Online by Isa Crivellaro

GVA – Grupo Virtual de Amamentação

Amamentar é

Manual de Aleitamento Materno – SBP

**PARA LER AQUI NO BLOG:**

Culpa por não conseguir amamentar

Mitos da amamentação

O sistema contra a amamentação

 

 

POSTAGENS RELACIONADAS

maemelhor
Como ser uma mãe melhor?
November 01, 2017
AMAMENTAR
Culpa por não ter conseguido amamentar
June 04, 2017
Amamentação
Mitos da amamentação
April 03, 2017
amamentacao
Por que é tão difícil amamentar?
March 30, 2017
escolinha doenças
Desde que entrou na escola, meu filho só fica doente
September 08, 2016
ensaiofamilia8
Porque quero ter mais filhos
August 11, 2016
amamentacao
Curso Avançado em Amamentação
July 19, 2016
silicone
É possível amamentar tendo prótese de silicone?
May 31, 2016
mulheraprisionada2
Pelo direito de ser gente
December 17, 2015

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com "*"