Preparando o períneo para o parto normal


Existem algumas formas de preparar a musculatura do assoalho pélvico para o parto.

A gestante deve buscar orientação de tais exercícios junto a um fisioterapeuta especializado em saúde da mulher, a enfermeira obstetra/obstetriz ou ainda o próprio médico obstetra.

Aqui dou uma breve explicação sobre algumas opções muito utilizadas na prevenção de lesões perineais.


 

EXERCÍCIOS DE KEGEL

Os exercícios de Kegel na gravidez servem para fortalecer os músculos do assoalho pélvico, aqueles responsáveis por sustentar todo o peso do bebê, da bolsa, e dos órgãos abdominais. Independente da via de parto, todas gestantes deveriam ser orientadas a praticar tais exercícios.

Para fazer os exercícios básicos de Kegel na gravidez, a gestante deve:

1. Esvaziar a bexiga;

2. Identificar os músculos pélvicos, interrompendo o fluxo de urina quando estiver urinando;

3. Contrair os músculos pélvicos durante 10 segundos;

4. Relaxar durante 15 segundos.

Você pode fazer deitada, sentada, em pé. Ninguém vai perceber!


 

MASSAGEM PERINEAL

O objetivo deste tipo de massagem é aumentar progressivamente a elasticidade dos tecidos, através da estimulação diária do períneo, para que no momento do parto estes possam acomodar mais facilmente a passagem do bebê.

A realização diária da massagem perineal é aconselhada a partir da 34 semanas de gestação, prolongando-se até ao parto.

A massagem pode ser feita com ajuda do companheiro, pois muitas vezes devido à barriga já grande, a mulher sozinha não consegue fazer.

massagem perineo

Depois de lavar as mãos e aplicar um lubrificante ou um óleo vegetal (azeite de oliva funciona muito bem), coloque os polegares dentro da vagina conforme a ilustração e pressione para baixo, na direção do ânus (1) e para os lados (2) ao mesmo tempo, voltando em seguida à posição inicial.


EPI-NO

epi-no

O Epi-no é um aparelho desenvolvido na Alemanha, e a abreviatura significa: episiotomia não.

Consiste em um balão de silicone conectado a um tubo e uma bomba que ao inflar aumenta o diâmetro para um alongamento do períneo. O balão de silicone é introduzido vazio na vagina, e vai ganhando amplitude e alongamento nestes músculos.

O treino do EPI-NO é interessante para exercitar o alongamento e também para ganhar maior percepção da região do períneo. Pode-se treinar também para o período expulsivo e com a respiração direcionada, promover uma simulação deste momento e das possibilidades de posições para o parto.

O dispositivo pode ser utilizado diariamente, após 34 semanas de gestação. Alguns minutos já são suficientes para exercitar a região. Estudos indicam redução de lesões em mulheres que fizeram uso do dispositivo e de massagens perineais.

epi-no brasil

Pelo custo alto do aparelho aqui no Brasil, é possível encontrar disponível para aluguel em grandes cidades. Geralmente vem acompanhado de preservativos descartáveis não lubrificados, próprios para esse tipo de uso.

Para maiores informações sobre o aluguel, clique AQUI.


Fora toda questão de prevenção de lesão perineal, também há uma conscientização da mulher acerca dessa musculatura e do próprio períneo. É percepção do seu próprio corpo! Conhecê-lo bem colabora muito para um parto consciente.

DOULAALINE KIS tem 27 anos e foi através de um parto natural – onde ela renasceu e se reencontrou – que recebeu a Laura nos braços. Agora se prepara para receber a Luísa. É formada em Ciências Contábeis mas repensou toda a vida após a maternidade e tornou-se doula e consultora em aleitamento através do GAMA (Grupo de Apoio à Maternidade Ativa). Aline atende Grande São Paulo e é possível saber mais sobre o seu trabalho AQUI.

 

POSTAGENS RELACIONADAS

dor
A dor do parto e o terrorismo
November 29, 2015
parto
5 motivos para NÃO aceitar a episiotomia (o “pique” do parto normal)
November 20, 2015
doula
Quem é a doula?
October 28, 2015
disfuncao1
Disfunções sexuais femininas
October 07, 2015

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com "*"